02/04/2018

Açúcar: preços fecham a semana com valorização; commodity encerra semestre com pior desempenho

 

Os preços do açúcar fecharam a última quinta-feira (29), com alta nos preços na bolsa de Nova York. A commodity foi comercializada a 12.35 centavos de dólar por libra-peso no vencimento maio/18, alta de 14 pontos. Na tela julho/18, a valorização foi de 12 pontos, com negócios firmados em 12.46 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos subiram entre quatro e nove pontos.

"O açúcar encabeça a lista de pior desempenho das commodities nesse primeiro trimestre de 2018, encerrado na quinta-feira", destaca o diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Côrrea em seu comentário semanal. O açúcar chegou a cair 19% nesse período e 28% no acumulado de 12 meses, das chamadas soft commodities.

"Não é mais o superávit mundial inflado do açúcar que pode dar o tom continuadamente baixista nesse já deteriorado mercado, mas a relação petróleo e reais. O petróleo Brent precisaria despencar para 48 dólares por barril para que o hidratado encostasse no preço equivalente atual do açúcar", avalia o especialista.

Em Londres, o dia foi de valorização em todos os lotes também. Na tela maio/18, a commodity foi vendida a US$ 351,20 a tonelada, alta de 3,40 dólares. Os contratos futuros para agosto/18 fecharam com aumento de 3,20 dólares, com preços firmados em US$ 342,80 a tonelada. Os demais vencimentos subiram entre 40 cents de dólar e 1,90 dólar.

As bolsas internacionais não funcionaram na última sexta-feira devido ao feriado da Semana Santa.


Mercado doméstico

Segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, no Brasil, os preços do açúcar cristal firmados na última quinta-feira (29), tiveram alta de 0,53%, com a saca de 50 quilos vendida a R$ 53,40.

 

Fonte: Camila Lemos Fonte: Agência UDOP de Notícias

Compartilhe esta Notícia

Informativos Canaçúcar

Imprensa