13/09/2018

Açúcar valoriza 49 pontos em Nova York impulsionado pela Índia

 

açúcar demerara registrou forte alta ontem (12) em Nova York. Os contratos futuros para outubro/18 foram firmados em 11.67 centavos de dólar por libra-peso, alta de 49 pontos. Na tela março/19 os contratos ficaram em 12.33 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 33 pontos. Os demais vencimentos subiram entre 14 e 26 pontos. O volume negociado alcançou 165.097 lotes, o maior registrado para o contrato outubro, segundo a Reuters. 

O jornal Valor Econômico de hoje publicou que a cobertura das posições vendidas recorde dos fundos deu forte impulso às cotações do açúcar demerara na bolsa de Nova York ontem. E, do lado dos fundamentos, o anúncio do aumento de 11,25% no preço mínimo do etanol na Índia ajudou a dar sustentação às cotações da commodity na bolsa. Com a medida, a oferta mundial de açúcar na safra 2019/2020 poderá ser reduzida 700 mil e 1 milhão de tonelada, uma vez que a Índia é um dos maiores produtores globais de açúcar.

Em Londres, os contratos futuros do açúcar branco também encerraram em alta. Os vencimentos para outubro/18 ficaram em US$ 335,20 a tonelada, alta de 6,70 dólares. Já os contratos firmados para dezembro/18 ficaram em US$ 347,00 a tonelada, valorização de 9,50 dólares. Os outros vencimentos negociados em Londres subiram entre 3,90 e 8,20 dólares.


São Paulo

O indicador Cepea/Esalq para o açúcar cristal, estado de São Paulo, fechou ontem em R$ 59,50/saca de 50 kg, registrando ligeira valorização diária de 0,12%.


Etanol

etanol hidratado, medido pela Esalq/BM&F, recuou ontem pela quarta vez consecutiva, quando comparado com a sessão anterior. Os negócios foram firmados em R$ 1.724,50 o metro cúbico, queda de 0,58%.

 

Fonte: Rafaela Giomo. Fonte: Agência UDOP de Notícias

Compartilhe esta Notícia

Informativos Canaçúcar

Imprensa